A Importância do Storytelling

03 de fevereiro de 2020

Blog.jpg


A Importância do Storytelling

Quando pensamos em desenvolver conteúdos para o meio online, devemos ter sempre em mente a forma mais eficaz de captar a atenção de um utilizador exposto a múltipla informação, a maioria da qual sem qualquer interesse. Mais do que gostos, aprovações, partilhas e comentários, aquilo que as marcas mais batalham, nos dias de hoje, é precisamente essa atenção e o tempo do público-alvo pois constituem-se, cada vez mais, como recursos sociais escassos. Para contornar esta situação, as marcas têm apostado cada vez mais em conteúdo em formato vídeo, para poupar a audiência à leitura, e de curta duração. E esta estratégia comercial tem funcionado, segundo um estudo divulgado pelo site Marketing News, em vídeos de apenas 6 segundos.

Uma das estratégias para assegurar que a atenção dos consumidores é conquistada, mesmo num tão curto espaço de tempo, é capacidade de contar uma história, o storytelling. O storytelling é uma técnica usada para comunicar, permitindo às pessoas e marcas a capacidade de potenciar de forma simples e prática uma determinada mensagem. Permite a partilha de um conteúdo ou narrativa, única e real, no sentido de criar uma relação de proximidade e envolvimento entre duas entidades. Mas como utilizar esta técnica de forma eficaz?


Blog 2.jpg

Conteúdo criativo faz a diferença

Com conteúdo criativo torna-se cada vez mais efetivo para qualquer entidade a sua diferenciação no meio online e, de forma mais fácil, a captação da atenção. Estratégias para abordar de forma criativa e eficaz o nosso público-alvo, privilegiando a criação do conteúdo relevante para este e que reúna, na sua base, o desenvolvimento de narrativas e a propagação de cada uma destas nos diferentes meios digitais disponíveis.

Como podemos trabalhar conteúdo criativo e diferenciador?

A maneira mais eficaz de potenciar conteúdo que possa captar a atenção das pessoas e permita a estas a ligação emocional para com determinada mensagem e o seu propósito final, só é possível através de uma boa história. E é aqui que o storytelling ganha a sua importância.

As histórias nascem de uma necessidade básica de comunicar. Desde sempre o ser humano está exposto a histórias, tendo estas a facilidade de nos ajudar a perceber e relacionar dados de informação, nem sempre lógicos do ponto de vista analítico, mas facilmente compreendidos devido ao poder que as narrativas têm em nos despertar emoções. O storytelling permite-nos, de uma forma criativa, transmitir palavras, pensamentos, ideias, defender pontos de vista e até criar mundos ficcionais envolvendo o nosso público na narrativa de uma forma ímpar.

As histórias têm o papel de atrair a atenção das pessoas, de as envolver em determinadas matérias e assuntos, muitas vezes promovendo nestas a inspiração necessária para as motivar, numa atitude em prol de um objetivo de marketing traçado por uma marca ou um mero objetivo pessoal.

A histórias criam uma relação emocional muito mais forte entres as pessoas e entre estas e as marcas.


Mas, o que faz de uma história uma boa história?

  • Autenticidade: gerar um discurso coerente e consistente, que vai possibilitar à sua audiência/ publico-alvo desenvolver o sonho em relação à promessa que a marca lhes propõe.

  • Credibilidade: só é possível uma marca contar uma boa história se ela manifestar confiança, caso contrário vamos perceber facilmente que algo não bate certo no discurso. Isto só é possível ser gerada através dos pontos de contacto entre o ADN da marca e o discurso adotado por esta.

  • Sentimento: Não tem necessariamente de apelar à lógica, muito pelo contrário, deve apelar aos sentidos e emoções das pessoas. Boas histórias nem sempre agradam ou são compreendidas por todos da mesma forma.

  • Ensinamento: a característica mais elementar na génese de uma boa história é a que não procura ensinar algo de novo ao ser humano. Uma grande história aborda assuntos e temáticas que estão presentes no nosso dia-a-dia ou que fizeram parte de um legado social e que são de conhecimento geral.

A maioria das histórias que nos marcam advêm de experiências pessoais ou sociais que conduziram a determinado legado. A história que queremos criar deve procurar envolver as pessoas nestas temáticas que estão presentes no nosso dia-a-dia de uma forma emotiva, permitindo-lhes um sentido de pertença, segurança ou de inteligência na compreensão do mundo que as rodeia.

Receba as últimas tendências de mercado e aprenda mais sobre Marketing Digital.

Ao subscrever está a aceitar a Política de Privacidade da Axis.
Rua António Cândido Pinto, 32, Fraião, 4715-400 Braga
253 031 855
info@axisconsulting.pt